Está em uma situação de Emergência?

Laudo das vistorias técnicas em imóveis atingidos por explosão na Terra Firme será divulgado dia 25

Laudo das vistorias técnicas em imóveis atingidos por explosão na Terra Firme será divulgado dia 25

• Atualizado há 5 meses ago

Chega a 138 o número de construções afetadas com a explosão ocorrida na Eletronorte na tarde da última terça-feira, 15, no bairro da Terra Firme. Nesta quinta-feira, 17. a Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, realizou 65 vistorias técnicas em imóveis localizados na avenida Perimetral e passagem Belo Horizonte.

Ainda não é possível estimar o número total de imóveis impactados. Por esta razão, a entrega dos laudos aos proprietários deve ocorrer na próxima sexta-feira, 25. Amanhã, 18, os engenheiros da Defesa Civil de Belém darão continuidade ao serviço.

Empresas localizadas no interior do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, localizado a cerca de um quilômetro da Eletronorte, também sofreram o impacto da explosão, 15 empresas e dois laboratórios foram vistoriados nesta quinta-feira, 17, pela Defesa Civil Municipal.

Ao todo 20 empresas, incluindo a Fundação Guamá, e dois laboratórios da Universidade Federal do Pará (UFPa) foram atingidos. Eles tiveram, em sua maioria, vidros e janelas danificados. A gerente técnica do Laboratório de Óleos da Amazônia, Adriana Miranda, estava trabalhando na hora da explosão e conta o que sentiu naquele momento.

Impacto

“O estrondo foi tão grande que achei que a explosão tivesse sido aqui dentro. Cinco de nossas salas tiveram janelas quebradas. Em algumas, o vidro não quebrou, mas a esquadria está solta”, detalha.

Rodrigo Quites Reis, diretor-presidente da Fundação Guamá, organização gestora do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, explica a importância do serviço prestado pela Prefeitura de Belém.

“Estamos fazendo reparos nas áreas comuns, como a substituição de vidros que foram atingidos com a explosão, entretanto, há uma série de demandas das empresas residentes e laboratórios atingidos. O laudo gerado por essa vistoria é importante para que nós, Fundação Guamá, e entidades responsáveis pelos empreendimentos aqui instalados, que foram danificados, possamos requisitar junto à Eletronorte o ressarcimento das despesas que estamos tendo”, explica Rodrigo Quites Reis, diretor-presidente da Fundação Guamá, organização gestora do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá,.

A presidente da Comissão de Defesa Civil de Belém, Christiane Ferreira, acompanhou as vistorias no PCT-Guamá. “Iniciamos hoje o trabalho, porém por serem mais de vinte empresas, as vistorias serão concluídas amanhã e entregaremos os laudos na próxima semana”, concluiu.

Veja também